quarta-feira, 29 de junho de 2011

sAPOS SENTADOS
Mudanças                Adaptação de texto ED.

Camões escreveu:
“Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”.
“Muda-se o ser, muda-se a confiança”
“Todo mundo é composto de mudanças”
“Adquirindo sempre novas qualidades”

Pois não é a qualidade que se busca, como sinônimo de autêntica evolução?

Compreender o que se ignorava; ser mais justo, conhecer melhor a si mesmo, é o objetivo das mudanças.

Não mudar é a escolha errada.. Deus pos em nós o germe da perfeição, que reclama constante transformação para melhor.

Somos essencialmente bons, sábios e práticos, buscamos aprimoramento constante destas três virtudes irmãs, rumo a nobreza de sentimentos; sabedoria (mental) e um corpo sadio,expandindo este ideal na religião(bondade) e artes (praticidade e beleza).

A tendência do ser humano é dinamizar e multiplicar suas possibilidades internas. E isso significa mudar, significa também não permitir que o passado decida o futuro.

Existem, é claro, mudanças que não são mudanças: mudança de ares,de condições, de lugar,de emprego,etc.,sem mudança interna.

Mude. A verdadeira mudança interna sempre traz melhorias externas.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

sAPOS SENTADOS

Conquista de Si                  EDMUNDO TEIXEIRA



As pessoas, em geral, dispendem uma quantidade diária imensa de energia nas conquistas e aquisições externas, práticas do dia-a-dia.

Tudo bem, isso faz parte da própria pessoa, isso compõe a sua própria vida. O seu desenvolvimento vai acontecer nessa interação: pessoa-pessoa, pessoa-mundo. Esse aqui e agora, bem palpável, é o que temos em mãos, para exprimirmos o ser.

O problema é quando fica só nisso, por isso, é quando o meio passa a ser o alvo. É quando vivemos consumidos e comandados pelo mundo exterior, em vez de, pelo comando interior, nos relacionarmos e interagirmos.

Somos algo além disso, embora isso, seja tudo o que hoje temos para ser.

A conquista externa de qualquer coisa vale, quando não é, antes, voltada à aprovação dos outros, mas à conquista de si mesmo.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

sAPOS SENTADOS
Instrutores na vida                      EDMUNDO TEIXEIRA




Nossos maiores instrutores na vida são, muitas vezes, justamente aqueles que nos são mais incomodativos, aqueles com quem mais nos desentendemos.

Não que seja obrigatório crescer através de convívios assim, só que essas pessoas que julga difíceis ou desagradáveis, podem lhe desmascarar em certos pormenores e lhe pôr a prova em certas características a serem trabalhadas e superadas, e quanto mais rápido você fizer isso melhor.

Você pode fazer uma limpeza psicológica interessante em você mesmo, através do outro, se ao invés de se irritar com ele, aproveitar a chance para se exercitar no auto conhecimento.

Depois disso você não precisa procurar se afastar dele, porque automaticamente, estando você imune a ele, naturalmente ele se afastará.

"No dia de hoje treine a sua paciência, com as pessoas e as coisas...."

quarta-feira, 1 de junho de 2011

sAPOS SENTADOS
MODOS DE VIVER                EDMUNDO TEIXEIRA

Um sitiante ganhou quatro cachorros na cidade e os levou para a roça, amarrados por cordinhas ao pescoço, atrás do carro-de-bois.
O primeiro cão ia a força: mordia a corda, firmava as patas no chão,era arrastado, caia,gania! Chegou sujo, machucado, cansadíssimo e infeliz.
O segundo se resignou e seguiu o carro-de-bois.
O terceiro descobriu que poderia ir à sombra: meteu-se por baixo do carro e chegou em melhores condições que os dois primeiros.
O quarto fez mais: saltou para cima do carro, deitou-se e chegou tranquilo ao seu destino.
Ligadas as mesmas circunstâncias às pessoas reagem diferentemente à vida, segundo seu intimo.
Viver, todos vivem, más saber viver é uma arte: depende de bom senso,de nível de compreensão,de aplicação da verdade que se aprende.
Resistir, é inútil, é tolice, é fraqueza e teimosia. É viver em constantes conflitos com os outros, na pretensão de sejam como achamos que devem ser,para se adaptarem às nossas conveniências e pontos de vista.
Melhor é compreender e adaptar-se. A adaptabilidade inteligente é uma chave de felicidade. Porém, destes, mais sábio é o que sabe tirar todo o bem possível das circunstâncias de modo reto.