sábado, 18 de dezembro de 2010

sAPOS SENTADOS

acredito em milagres! acredito em fantasmas !


Acredito em milagres

Na verdade eu creio em tudo.

Tudo é possível!

Existem algumas coisas extremante improváveis, más não impossíveis.

Assim se um rio corre em determinado sentido existe uma razão para isso, porém é possível mudar o curso do rio ou ate reverter sua direção, o problema é qual a razão de se fazer isso? Qual o custo beneficio de se fazer isso, que resultado se espera?
Creio que funciona desta forma.

Tudo pode acontecer desde que exista uma razão para isso.

Definindo ter fé, apenas crer não basta, a exemplo de uma petição os argumentos tem que ser bem alicerçados.

Quando temos pleno conhecimento de determinado assunto teremos mais condições de realizar mudanças.

Desta forma perde-se um debate por falta de conhecimento, falta de convicção, medo do desconhecido.

Então fé, se auto explica.

Os céticos são aqueles que querem acreditar (incoerente) em seus argumentos.

Quase sempre as pessoas derrubam fé, sonhos, crenças das outras em função de desconhecimento.

O medo do desconhecido distorce a realidade, seria muito bom se fosse possível eliminar o medo.

O medo é o grande problema!

Procuramos algum fato que podemos ou devemos temer em seguida ou evitamos o assunto ou eliminamos a idéia deixamos de fazer, desistimos.

Preconceito também é medo do desconhecido.

Somos especialistas em criar fantasmas e depois cuidar com muito carinho deles.

Como seria interessante a vida sem os medos!

 Aprendemos a criar fantasmas e não perdemos tempo em ensinar a forma de criá-los.

Sempre pedimos em orações para livrar-nos dos fantasmas, no entanto saímos por aí distribuindo fantasmas.

Pessoas gostam de fantasmas (preocupações) caso não encontrem nenhuma preocupação real se inventa alguma.

O segredo de se obter atenção das pessoas e demonstrar que você é um hábil criador de fantasmas e sabe como domar a todos.

Acredito em fantasmas....

Um comentário:

  1. Há uma frase de Nietzsche que diz:

    Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar para atravessar o rio da vida. Ninguém, exceto tu, só tu...
    Existem, por certo, atalhos sem números e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isto te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias.
    Existe no mundo um único caminho onde só tu podes passar. Onde leva? Não perguntes. Segue-o. Sem fantasmas...
    Beijos da Rô

    ResponderExcluir