quarta-feira, 11 de maio de 2011

sAPOS SENTADOS
A PARÁBOLA                                         Edmundo Teixeira


Antes eu via apenas o que eu desejava ver e, qual Narciso, amava e projetava em tudo minha própria imagem.

Depois procurei ver o que parecia ser. Más a casca riu-se de mim e convidou-me a saborear-lhe o fruto.

O sabor deu-me novos olhos. Agora começo a ver,além do que parece,aquilo que é , na parábola da Criação.


Um comentário:

  1. Ainda projeto um pouco de minha imagem...continuando a aprender com novos olhos...

    ResponderExcluir